Esclareça dez dúvidas sobre o pilates

Equilíbrio do corpo, da mente e do espírito: esses são alguns dos benefícios que o pilates pode oferecer, além de aperfeiçoar a força e amplitude dos movimentos e estimular a flexibilidade e a postura. Quer começar a praticar, mas ainda possui muitas dúvidas sobre a modalidade? Abaixo Pense Leve traz para você algumas questões esclarecidas por Gerusa Gurak e Viviane Vales, professoras e educadoras físicas ambas do Namu Cursos, de São Paulo (SP). Confira!

O pilates é indicado para emagrecer e definir o corpo?
Sim. Para quem quer emagrecer o pilates é um aliado muito importante na proteção das articulações e no fortalecimento muscular. Durante o processo de emagrecimento, as atividades aeróbicas (mais indicadas para a perda de calorias) demandam uma exigência maior das articulações por meio dos movimentos de repetição e maior impacto. Já a definição corporal é resultado do trabalho consistente do pilates aliado à frequência e de uma boa alimentação.

Qualquer pessoa pode praticar?
Sim. Segundo Gerusa, os princípios são fundamentais para a saúde de qualquer corpo, desde um iniciante até um atleta de alto desempenho. “Ajuda a entender o funcionamento do corpo e a movê-lo de forma eficiente e segura. Os exercícios podem ser adaptados de acordo com o nível de consciência corporal do praticante ou situação patológica”, afirma.

Existe um limite de idade?
Não, porém é uma atividade em que a concentração é um princípio essencial. “Quando aplicado para crianças, normalmente é introduzido de forma mais lúdica e menos exigente com a qualidade do movimento, mas sim, focado na vivência dos movimentos, favorecendo assim o desenvolvimento motor. Para os idosos, o Pilates proporciona autonomia, força muscular, mobilidade articular, socialização e autoconfiança” diz Viviane.

O que comer antes e depois da prática?
Viviane afirma que o ideal são alimentos leves, como um iogurte ou uma fruta. “Você deve estar alimentado, mas não com o estômago cheio, pois a prática exigirá muita ativação abdominal e algumas vezes, posições invertidas, onde o quadril estará mais alto que a cabeça, como na posição da ponte”, recomenda.

Sedentários podem fazer?
Sim. É uma excelente porta de entrada para a atividade física, pois não agride o corpo do praticante. “Para esportistas, pode trabalhar compensações, ajudar na recuperação de lesão e melhorar o desempenho”, diz Gerusa.

Existe um melhor horário para praticar?
Depende de cada um. “Algumas pessoas se sentem bem ao exercitar-se pela manhã, pois ficam mais dispostas ao longo do dia. Porém, de manhã, o nosso corpo está mais rígido após a noite de descanso. Isso pode ser desconfortável para outras pessoas. No período da noite, em geral se está mais relaxado e pode ter uma boa noite de sono”, afirma Viviane.

Em quanto tempo a pessoa começa a perceber os resultados e benefícios?
Viviane lembra que Joseph Pilates, o criador da prática, dizia que em dez sessões você se perceberá diferente, em 20 sessões os outros perceberão que você está diferente e em 30, você terá um novo corpo. “Com nossa experiência percebemos que o resultado varia de organismo para organismo, mas quem consegue aliar a prática frequente com uma alimentação balanceada, observa os resultados de maneira muito mais rápida”, explica.

E quais os principais benefícios da prática?
“Com certeza o principal benefício é a melhora da qualidade de vida, pois a prática regular, além de aumentar seu bem-estar, ajuda a eliminar dores nas costas, melhora a postura como nenhuma outra atividade física, define o abdome, atua diretamente no aumento de sua massa magra, na diminuição de medidas e no auxílio do controle do peso corporal”, explica Gerusa. “Mais disposição para atividades cotidianas, melhora na autoestima e o desenvolvimento de um corpo sadio também são grandes benefícios”, completa Viviane.

Quantas calorias em média é possível queimar em uma aula?
De acordo com uma pesquisa científica realizada pelo fisiologista Nieman, existe uma média de calorias gastas por aula. Durante um aula de pilates em nível iniciantes é possível perder cerca de 294 calorias, já em nível intermediário são cerca de 411 calorias. Para quem já pratica há algum tempo e está no nível avançado a perda calórica pode chegar em 512 calorias.

Quais as diferenças entre o Pilates no solo e de aparelhos?
O Mat Pilates, criado por Joseph Pilates, é formado por 34 exercícios realizados no solo apenas com o peso do próprio corpo contra a gravidade, mas com o tempo foram integrados ao trabalho de solo alguns acessórios. Segundo Gerusa, hoje em dia, são utilizados outros acessórios no solo, como bola, faixas e rolos: “Esses acessórios trazem a possibilidade de desafiar-se ainda mais na prática dos 34 exercícios”, explica.

Fonte: Revista Pense Leve – http://www.revistapenseleve.com.br/fitness-destaque/esclareca-dez-duvidas-sobre-o-pilates/

No Comments
Post a Comment
Name
E-mail
Website